terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Bilhete Único de Estudante

         O Bilhete Único Escolar é um cartão oferecido pela SPTrans (ligada à Secretaria Municipal de Transportes) que permite pagar metade do valor da passagem nos ônibus, metrô e trem. Ele também permite a integração dos ônibus, possibilitando o uso do cartão até quatro vezes por um período de duas horas pagando apenas uma passagem.
         Para fazer o cartão, o estudante deve acessar o site www.sptrans.com.br e, na sessão, “Bilhete Único – Escolar”, clicar no item “Estudante/Professor- acompanhe seu pedido”, onde vai verificar o seu status através do RG e data de nascimento. Se o status for “matrícula ativa”, basta ir a um dos postos da SPtrans (os endereçoes estão disponíveis no site, mas o mais próximo da USP fica na Avenida Torres de Oliveira, 452, no Jaguaré), levando RG e uma foto 3x4 e pagar uma taxa de R$11,50. Dentro de vinte dias úteis, o cartão poderá ser retirado na sessão de passe escolar da COSEAS, que fica na rua do Anfiteatro, 295.
         O Bilhete Único Escolar deve ser revalidado anualmente. O processo para a revalidação é o mesmo: após efetuar matrícula no início do ano, seus dados são enviados para a SPTrans e seu status deve ser visto no site. Caso esteja com “matrícula ativa”, o aluno deve ir ao posto da SPTrans e pagar taxa de R$11,50. No mesmo dia seu antigo cartão já será revalidado e ele poderá utilizá-lo.
         Tanto novos quanto antigos alunos, caso seu status no site da SPTrans não esteja como “matrícula ativa”, devem ir à Sessão de passe escolar da COSEAS e pedir para atualizar seus dados. Depois de 24 horas seu status no site já estará correto e ele poderá ir ao posto requisitar o bilhete ou a revalidação.

Recarga e uso
         As cotas que cada aluno pode usar como meia passagem no Bilhete Único Escolar variam de acordo com o CEP do endereço que está cadastrado na USP. Aqueles que precisam de apenas ônibus para ir do endereço até a faculdade, possuem cota de 48 passes mensais, no valor de R$1,15 cada. Quem precisaria de ônibus e metrô, possui cota de 48 viagens de ônibus e 48 de metrô, sendo que a segundo tem valor de R$1,20. E o mesmo acontece para quem usa a CPTM, adicionando mais 48 passes para o trem, no valor de R$1,20.
         Isso para alunos da graduação. No caso da pós, são liberados apenas dez passes mensais para cada meio de transporte utilizado, isso porque a SPTrans considera que possuem apenas uma aula por semana. As recargas podem ser feitas em variados postos da SPTrans, sendo que um deles está na USPão, dentro na própria USP, ao lado do bandejão Central.
         O valor total dos passes pode ser adicionado em até dez recargas ao longo do mês. A parcela da cota que não foi carregada no Bilhete, é perdida ao fim do mês; mas o valor que foi carregado, porém não utilizado, é transferido para o mês seguinte. Durante o mês de julho os estudantes da graduação podem adicionar o equivalente a 24 viagens, mas nas férias de final de ano, a partir do início de dezembro, o Bilhete já não pode mais ser recarregado. No entanto, o valor carregado durante o período de aulas e não utilizado, ainda poderá ser usado durante as férias.
         Quando a cota de passe escolar acaba, o cartão ainda pode ser usado como Bilhete Único normal, pagando o valor inteiro da passagem, mas permitindo a integração de quatro ônibus em três horas.
         O Bilhete Único Escolar pode ser usado em ônibus, metrô e trem, mas não integra os diferentes meios de transportes: se o aluno pegar um ônibus e depois um metrô, ele pagará as duas meias passagens.
         Para alterar seu endereço de residência, o estudante deve comparecer à sessão de passe escolar da COSEAS e não é necessário apresentar comprovante de residência.

Retirado de: http://www.fea.usp.br/conteudo.php?i=23

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário